Depressão é uma doença. Não julgue, ajude!

O dia estava ensolarado naquela manhã de agosto. Tudo estava muito belo: as flores do jardim da casa de Vick pareciam mais coloridas, o balanço da infância não parecia tão velho. Tudo estava diferente. _ Vick, vem aproveitar o dia aqui fora, desentoca desse quarto. _Ah! Mãe eu não quero. Eu não estou muito bem. … Continue lendo Depressão é uma doença. Não julgue, ajude!

Antônia

Antônia estava no chão. Jogada no chão. Ainda sonolenta não conseguia lembrar do que havia acontecido na noite passada. Pensava: _Como vim parar aqui? Por que estou nua? Por que não consigo me mover direito? Antônia era pura indagação. Quando ela cogitava a ideia do que poderia ser, a sua expressão era de nojo e … Continue lendo Antônia

Não culpe

O nosso maior defeito é culpar a vítima. Frases do tipo: "ela estava bêbada", "Estava com roupas provocantes, pedindo para ser estuprada". "Ela queria, pediu, insinuou". Pare com isso! A culpa não é da vítima, é do agressor. Chamem do que quiser, mas aquele que toca o corpo de uma mulher sem a sua autorização, … Continue lendo Não culpe

Humano

Queria entender as pessoas. Descobrir porque mentem, porque fingem. É tudo muito maluco. Como sabem tanto, mas usam os seus dons não só pra espalhar o bem, muitas vezes, preferem executar o mal, criar guerras, destruir o que já fora construído com tanto esforço. Ah as pessoas são doidas demais. Os humanos são doidos demais. … Continue lendo Humano

Acabou

Tapas. Pressão na face. Socos. Puxões de cabelo. Empurrões. Beijos. Abraços. Carinhos. Promessas. Aceitação. Retorno. A violência doméstica    é um ciclo. Portanto, nós mulheres e homens de verdade não devemos aceitar que esta violência que atenta contra a dignidade da mulher seja tida como uma forma de correção. Acabou o tempo de sermos objetificadas por … Continue lendo Acabou